segunda-feira, 15 de junho de 2009

Pára tudo. Chegou a Parada Gay.


Eu gosto de ir à parada gay por dois motivos: (i) o som é bom demais e sempre me divirto muito e (ii) sou super a favor do fim da homofobia. Só esses dois motivos já seriam suficientes para passar uma tarde de domingo no meio de tanta gente, mas a vibe que tem aquele lugar é tão incrível que só quem já foi, sabe.


Para começar, tem as roupas. Todo mundo se produz, os gays e os simpatizantes. Um acessório especial, plumas, paetês, fantasias. Tem muito gay que faz produção de gala e vira a atração da festa e se você pedir para tirar uma foto, ele lhe sorri e ainda agradece, um luxo!



Nunca fui maltratada por nenhum gay, muito pelo contrário. Eles são muito educados. Alguns são mais extrovertidos, outros mais recatados, mas nunca mal-educados. Para você ter uma idéia um deles pisou no meu pé durante a parada. O cara me pediu desculpas e ainda elogiou meu óculos cor-de-rosa. Não tem como não gostar de um ser humano assim, tem?
Bem, eles são homens com alma feminina. Deve ser por isso que as mulheres gostam tanto deles. Os machões heterossexuais torcem o nariz para eles. Ok. Ninguém precisa sair abraçado cantando aos quatro ventos se não curte a parada, mas respeito é bom e todo mundo merece.
Eu particularmente acho que os gays são indispensáveis ao planeta. Eles trabalham muito (todos são muito inteligentes e espirituosos) e a grande maioria ajuda a girar a economia. Duvida? Então dê um Google e veja quantas agências, hotéis, restaurantes, bares e casas noturnas são especializados nesse público. Sim meus queridos, o fato de eles não terem filhos faz com que aproveitem a vida de forma que qualquer hetero que se preze morra de catapora de tanta inveja. Eles não precisam pensar no quarto do bebê, no colégio, na faculdade, nada disso! O dinheiro deles é só para eles, percebe?Depois dessa até eu queria ser gay, rsrsrs
Mas falando sério, os gays ajudam a controlar o aumento da população. Poucos são os que têm filhos e querendo ou não, eles de certa forma equilibram um pouco esse crescimento desenfreado de seres humanos pelo planeta. Sem falar que alguns adotam crianças (em sua maioria carentes) e ainda fazem uma boa ação sem tamanho.
Por isso tudo eu gosto de ir na parada gay. Adoro vê-los felizes, de mãos dadas, sem remorso, sem vergonha e dizendo para todo mundo que é gay e ainda por cima é feliz.
Preciso dizer, no entanto, que nesse ano em especial a organização deixou a desejar. Apesar de distribuírem camisinhas durante a festa, eram quase inexistentes os banheiros químicos. Numa festa com 3 milhões de pessoas bebendo muito, imagina a confusão. O que vi de homem (e até mulher) procurando um cantinho pra liberar a cerveja ...
Sem falar na sujeira. Quando é que vão aprender a colocar lixeiras pelas calçadas para que joguem o lixo no lixo? Mas o que mais me chateou foi a falta de segurança. Ouvi pelo rádio que houve mais de 60 furtos nessa parada. Esses foram os registrados, pois minha amiga teve um celular furtado o que acabou com a nossa alegria. Tudo por conta de um empurra-empurra que teve perto do MASP, devido a falta de organização. Aparentemente fecharam algum acesso que não deviam e isso causou um certo tumulto e sempre tem um espertinho para tirar vantagem (ou um celular). Festa aberta tem desses problemas.
Apesar da mancada na organização, é muito bacana participar da festa. Olha eu aí no meio dos “policiais” com meu óculos rosa!




E para encerrar, segue uma frase que peguei num panfleto: "O país deve respeitar os gays, afinal, nas cores do arco-iris, também tem verde e amarelo"

16 comentários:

  1. acho absolutamente delicado de sua parte ir contra a homofobia. Igualmente sou contra.
    Querida...que dia dos namorados foi esse? Me pareceu delicioso!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. É difícil ser uma pessoa livre de preconceitos, confesso. O problema é que o ser humano tem tanta vontade de ser Deus que se esquece que ainda não é, e eu nao chamaria isso de preconceito.

    Cheguei através da Paula da Escritoteca... uma gracinha seu cafofo, como todo cafofo hoho (sou convencida sim)

    ResponderExcluir
  3. kkkkkkk
    adorei a frase do panfleto...
    e gostei mais ainda da inveja dos gays de nao terem que dividir salario e pensar no quartinho dos filhos!
    kkkkkkkkkk
    amei!!!

    ResponderExcluir
  4. O que é aquele anjo da primeira foto???!Passei mal!RS

    :D
    bjOo'

    ResponderExcluir
  5. Você falou uma grande verdade. Quase todos os gays são inteligentes e independentes, o que causa inveja em muita gente.

    Outra coisa que eu não tinha me dado conta - eles não precisam pensar em quarto de bebê, pensão alimentícia, colégio, etc. etc. ...Huuumm! Tô gostando da ideia! De repente!!! Eu, hein!! KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
    Um beijão!

    ResponderExcluir
  6. Ana, me empresta esta bolsa linda. rsrsrs! Amei!
    Sou do tipo viada (enfeitasíssima, maquiadíssima e feliz) sempre tive muitos amigos e amigas gays. E adoro! Com eles paquero os bofes, com elas paquero as rachas... rsrsrs! Sem o menor preconceito. Adoraria ter ido na Parada.
    Um beijão e boa semana.

    ResponderExcluir
  7. Não tenho nada contra gay, mas me incomoda ver homens vestidos de mulher e mulheres se portando como homens. Acho que cada um tem o direito de se expressar da maneira que bem entender, eu particularmente acho desnecessário porque homem nunca se tonará mulher e nem mulher, homem. São apenas pessoas que gostam de pessoas do mesmo sexo.

    Beijo

    ResponderExcluir
  8. Todo ano vou na parada daqui de SSA. Não é tão grande como a daí, mas é bem legal. Sempre vou trabalhando, o que dá acesso a alguns lugares mais confortáveis... Muitos já se libertaram das amarras, mas muita gente ainda se nega a dar entrevista por vergonha da família. No dia 01 de Julho vai ter desfile de eleição do Miss Bahia Gay. Adoooooooro!!! rsrsrsrs
    Sabe, apesar de ficar triste com a falta de homem no mercado, acredito, independente de qualquer coisa, que as pessoas têm o direito de se amarem, sejam elas gays ou não. Em essência, o amor é lindo.

    ResponderExcluir
  9. A falta de segurança não se limitou aos roubos: Teve ataques homofóbicos ao fim da parada , com bomba caseira e tudo.

    Eu também não sou contra a parada, mas detesto frescura em pessoas de qualquer sexo ou orientação sexual. Não sou um cara exatamente vaidoso, não dou valor a uma roupinha fashion nem a um abdômen sarado. Logo, mesmo não tendo nenhum preconceito, eu não costumo andar junto com esse público.

    De qualquer maneira, o negócio é respeitar as diferenças.

    bj

    ResponderExcluir
  10. héteros envergonham mais a classe q os gays...eu acho...

    ResponderExcluir
  11. um dia eu vou tbém...
    mas isso tbém envolve duas coisas
    ou ter na minha city
    ou eu ir pra uma q tenha
    afff
    e tao cedo acho q nenhuma das duas ocorre,
    entao fico aqui curtindo pelo seu blog

    ResponderExcluir
  12. é bom voltar sempre ao teu blog. Gostei do post, é isso aí....
    Maurizio

    ResponderExcluir
  13. Eu acho q na encarnação passada fui um travesti hehe

    Tenho muuiiitos amigos gays, todos otimos, super pra cima!

    beijos e obrigada pelo coment no meu blog.

    ResponderExcluir
  14. Eu morro de vontade de ir numa parada gay, já até planejei ir, mas no dia choveu horrores... Não vejo problema algum em relacionamentos homo...

    bj

    ResponderExcluir
  15. Obrigada pelos comentários de todos vocês.
    Preciso dizer que assisti ao noticiário e fiquei chocada com os atentados contra os homossexuais que ocorreram após a parada gay.
    Essa intolerância que beira a insanidade é rídicula. Acho o fim criticarem os gays enquanto pedófilos e estupradores recebem mais compreensão da sociedade. Claro que todos têm direito a defesa e ao contraditório, não é esse o ponto. O fato é como a sociedade ainda precisa evoluir sobre a questão.
    Espero que os culpados sejam punidos com os rigores da Lei.
    Mais uma vez ressalto meu respeito e admiração à comunidade gay.
    Beijos e obrigada pelas manifestações de todos.

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails